01 maio 2010

Se ela dança eu danço



Dançar parece ser um ato tão natural como respirar. E de fato é. Estar em movimento é estar vivo, e usar o movimento para expressar emoções afeto,temor,raiva, aprovação e recusa sem outra organização que aquela imposta pela estrutura do corpo e sem orientação além do ritmo é uma das formas mais primitivas de comunicação.
Por isso hoje eu vou falar sobre um estilo de dança que eu acho muito lindo...

Balé

Balé é um estilo de dança apresentada como espetáculo teatral, reunindo música, cenário, roupas e iluminação. Alguns dos seus princípios fundamentais são: postura ereta, verticalidade corporal e simetria.

A origem do termo balé é italiana, que significa bailar.

O balé tem suas origens na Itália renascentista, através das peças teatrais que utilizavam apenas expressões faciais e corporais.

Um dos acontecimentos que impulsionou o desenvolvimento do balé foi o casamento da Italiana Catarina de Médicis com o Rei Henrique II da França, em 1533.

A forma com que o Balé é conhecido atualmente ganhou forma na França. A Académie de Musique et de Danse, fundada no ano de 1661, por Luis XIV, teve como intuito a fiscalização, o ensino e a produção do balé.

O estilo russo de balé clássico formou-se a partir das influências das técnicas francesa e italiana, tendo início no século XVIII.

Tanto as exigências técnicas, quanto os dotes físicos e o temperamento do povo russo formaram um balé muito apreciado em todo o mundo. Já os movimentos presentes são característicos da França.

No Brasil, o Balé iniciou-se em 1927, período em que a bailarina russa Maria Oleneva chegou ao Rio de Janeiro e instituiu a Escola de Danças Clássicas do Teatro Mundial, principal centro de formação de bailarinos do país.



Mil Beijos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Página Anterior Próxima Página Home
Layout criado por